Dias complicados

Wednesday, May 4, 2016

 

Sim…que os há. Nem todos podem ser facilitados, banais e certinhos: sempre igual, todos os dias as mesmas coisas a acontecer. Nem teria piada, sempre as rotinas, o estipulado, os horários.

 

Há dias complicados e para mim o de ontem foi um deles.

Ligarem da escola: o filhote mais novo está com febre…bem, já dura há 2 dias. Meu Deus sou mãe e claro que nesse momento foi a minha MAIOR preocupação. Ir buscá-lo e já!

 

Sair do trabalho a correr, ou talvez a “voar”. Naqueles minutos de distância sentimos uma sensação de dúvidas e incertezas: será que está mesmo mal? Muito mal?

Não era assim tão mal, mas o meu “bebé” estava tão “em baixo” que nem parecia ele.

 

Urgências do Hospital: o tempo de espera habitual…ok…é normal, no privado também espero.

Resultado: constipação, muita tosse e dores de barriga talvez por causa da tosse, da febre, do mau estar. Coitadinho, mas o nosso D. recupera rápido, é um rapaz rijo e amanha já nem se lembra de nada disto.

 

Chegar a casa bem mais tarde. Banhos, jantar (algo simples e muito rápido). Sopa feita tenho sempre, boa e ótima feita na minha Bimby. Tratar da Kika Maria, orientar tantas coisas para o dia seguinte…ok…estou cansada. Assumo. É verdade.

 

Mesmo assim lembrei-me de vocês, tenho de escrever algo quanto mais não seja um desabafo para todas as outras mães, todas as outras mulheres que sabem tão bem do que estou a falar.

 

Somos super’s, somos fortes e no dia seguinte cá estamos frescas e lindas para mais um dia rotineiro ou não, mas um dia que nos faz sentir felizes por sabermos aquilo que conseguimos.

 

Vou tomar o meu pequeno-almoço. Aproveitar esse momento. Sinto-me bem.

Desejo-vos uma boa 4. ª feira (mesmo com esta chuvinha gira...).

 

Maria Cristina