Mãe - somos nós

Sunday, May 1, 2016

 

O meu dia. O nosso. O de todas.

 

Nem sei. Não tenho um dia especial: sou Mãe todos os dias!

 

Desde há 18 anos atrás quando senti essa sensação pela 1.ª vez, e garanto-vos que esse foi o dia mais feliz da minha vida, e que se repetiu há 7 anos, entendi realmente o que é ser mãe.

 

A partir desse momento sentimos-nos  mais "ricas", mais felizes e completamente realizadas. Eu passei a sentir-me assim!

 

Não tive noites mal dormidas, impedimentos disto ou daquilo por ter um bebé, a sensação de que os meus filhos não me permitiriam fazer algo que eu quisesse. Nada disso!

Antes pelo contrário: um filho dá-nos força, orgulho e vontade de seguir em frente. De conseguir o que idealizamos e pretendemos para nós e para eles.

 

Os filhos fazem parte de nós e para toda a vida.

Não consigo (por enquanto) desligar-me e pensar que um dia seguem o seu caminho…e eu ficarei para trás. A “mãe-galinha”, a mãe chata que gosta de controlar (quase) tudo o que se passa com os seus filhotes.

 

Nessa altura quero que me recordem sempre como a mãe que os ama, a mãe que faz isto, aquilo e algo mais para os ver felizes, a mãe refilona que passados uns minutos já se acalmou e os vai logo apaparicar. Sim, quero que me vejam assim. Será pedir muito? Não me parece.

 

A todas as Mães lindas, maravilhosas e que entendem muito bem o que estou a dizer desejo-vos um Bom domingo porque como vos disse, o Dia da Mãe será todos os dias.

 

Beijo.

Maria Cristina 

 

 

 

 

Tags:

Please reload

Posts em Destaque

(Novo) Regresso às aulas

September 15, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

Tuesday, September 15, 2020

Tuesday, March 24, 2020

Saturday, March 21, 2020

Thursday, March 19, 2020

Tuesday, March 17, 2020

Please reload

Categorias
Please reload

Arquivo
Please reload

    Todos os textos são da autoria e responsabilidade da blogger.

    Seguir nas redes sociais
    Instagram
    • Facebook - White Circle
    • Instagram - White Circle
    • YouTube - White Circle

    © 2020 por MARIA CRISTINA D'OLIVEIRA SALGADO | Portugal