Querida 2.ª feira. E a dieta?

Monday, November 16, 2015

 

Porque será?

Voltar às nossas rotinas – trabalho, levar os filhos à escola, aos ginásios e a outras atividades, compras, “corridas” para aqui e para ali, apanhá-los (aos filhos) ao final do dia no regresso a casa e sempre com aquela sensação que é o dia em que tenho mais peso. Meu Deus!

 

É verdade, durante a semana faço tudo direitinho e como deve ser: não como doces, não bebo refrigerantes, evito os hidratos de carbono e vou às minhas queridas aulas de Zumba.

Na melhor das hipóteses ainda consigp fazer uma caminhada à tardinha com uma amiga.

E a semana corre tão bem. Tudo para manter a boa forma.

 

Mas veio o fim-de-semana… e comi tudo que não deveria.

Comecei logo na 6.ª feira com uma ("maldita") pizza e desde ai até ontem foi “asneira” atrás de “asneira”. Oh céus!

E agora? Provavelmente todo o sacrifício da semana foi por “água abaixo”.

 

Bem, talvez não seja bem assim e descobri algo sobre isso:

Não deveremos “desesperar” e não podemos pensar em não comer nada durante o dia de hoje (ou comer muito pouco), uma vez que ficar sem comer não nos vai fazer perder peso, sendo até prejudicial à nossa saúde.

 

Devemos começar o dia com um bom pequeno-almoço: um café com leite magro, uma fatia de pão escuro com queijo magro ou fiambre de aves e já agora um ovo mexido a acompanhar.

 

Um almoço com um bife de frango ou de vaca grelhado e com verduras frescas ou legumes cozidos a acompanhar, o que nos vai ajudar a manter as energias ao longo do dia.

 

Uma peça de fruta ou um sumo no final da refeição ajuda-nos a aumentar a sensação de saciedade e equilibram o nosso organismo.

 

Durante o dia beber água é fundamental para eliminarmos as toxinas do corpo, e que provavelmente “arrecadámos” no fim-de- semana.

i

Lembrem-se que durante a semana vamos novamente ao ginásio e as calorias voltaram a ser queimadas.

 

No final do dia tomamos um banho relaxante, seguido de uma refeição leve e o descanso a seguir, talvez seja o nosso melhor amigo.

 

Portando-me assim sei que lá para meio da semana já me sinto “leve” de novo.

 

Tenham uma semana cheia de coisas boas e sintam-se “leves”.

Beijinho,

 

Maria Cristina