Buscar
  • Maria Cristina Salgado

Quinta Rosa

Conheci a Quinta Rosa em Silves, como já vos falei, quando decidi fazer o post da Chef Cátia Santos do mês de setembro. Pretendíamos imagens numa vinha e a convite dos proprietários visitámos esta.


Jaap Honekamp, empresário holandês produz vinho no Algarve desde 1998.

Decidiu fechar a sua empresa de construção civil, para se dedicar à viticultura, precisamente no Algarve.


Demorou algum tempo, mas em 2011 realizou-se a primeira grande colheita de qualidade da vinha que, na altura, era de 2 hectares.

Atualmente a quinta dispõe de 4 hectares de vinha, pois em 2012 foram plantados 2 hectares de videiras novas.


Em 2012 os vinhos foram registados oficialmente na CVA - Comissão Vitivinícola do Algarve. Desde então, Jaap e a parceira Renee produzem Vinho Regional do Algarve.


A Quinta Rosa é uma vinha sem produtos químicos. Fazem vinhos sem adições, produzidos de forma tradicional e fermentados naturalmente, tendo por base uma Agricultura Biológica. É um vinho que tem o sabor dos barris de carvalho como o único sabor adicionado.


Jaap disse-me que cultivar uvas para vinho é uma grande aventura, que se repete todos os anos. Lembra-se bem da primeira vez que produziu o seu próprio vinho de duzentos quilos de uvas – “O resultado não foi lá muito bom! O vinho foi utilizado na destilação para fazer álcool”.


Produzem 8 castas de uva vermelha e 1 casta de uva branca.

O vinho branco, um fantástico Chardonnay, não estagia em barris de carvalho. É um vinho cheio, fresco e frutado.

O vinho rosé, produzido unicamente da casta Syrah, tem uma linda cor rosa escuro, e muito sabor.


Na Quinta Rosa seguem e respeitam o ritmo da natureza. Cada ano é uma nova aventura, pois quase diariamente têm de saber e reagir consoante os planos da natureza. Normalmente e a maior parte das vezes, a colheita faz-se em agosto.


No dia ou na noite antes da vindima, Jaap e Renee passam pelas videiras e cortam e retiram todos os cachos que não estão em perfeitas condições. Apenas os melhores cachos ficam para a vindima.

Convidam toda a família, amigos, conhecidos e vizinhos para a festa da vindima, pois é festa sim! E todos os anos há a ansiedade de saber a quantidade e a qualidade do resultado.

A vindima de 2014 ainda conseguiram realizar com amigos e conhecidos, mas nos próximos anos, as colheitas serão cada vez maiores e precisarão de mais voluntários.


Também fazem visitas guiadas e prova de vinhos, podendo também adquirir-se vinho no local.


Adorei esta visita e para além de termos sido super bem recebidos, o Jaap e Renee fizerem questão de nos dar a experimentar quase todos os tipos de vinho que produzem…muito saborosos, mas entendem que seria “um pouco complicado…” se realmente eu tivesse provado mesmo todos.

Fiquei com curiosidade de assistir e ajudar numa vindíma, pois segundo Jaap “ A vindima é uma experiência única!”. Acredito.


30 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2020 por MARIA CRISTINA D'OLIVEIRA SALGADO | Portugal